19 October, 2018, 12:15

A Netflix Tem Uma Nova Meta

Preparem a bacia de pipoca, o lencinho e o sofá para receber os amigos porque a Netflix quer lançar 700 produções originais em seu catálogo até o fim de 2018. OBA!

Já deu pra notar que de uns tempos pra cá, o canal, líder mundial em serviço de assinatura de filmes e séries, tem inserido muita coisa nova e de qualidade dentro de sua plataforma.

Além de oferecer um conteúdo capaz de colaborar positivamente para as discussões do nosso tempo, a Netflix tem dado espaço para que outros países mostrem suas produções, nos dando a oportunidade de explorar roteiros como nunca vimos antes, saindo um pouco da linha cinematográfica americana que estamos acostumados.

NETFLIX: O SIGNIFICADO DO NOME DO MAIOR CANAL DE STREAMING DA ATUALIDADE

Que a Netflix é a melhor amiga dos finais de semana a gente já sabe, mas você sabe o que o esse nome significa?

Trata-se da junção de duas palavras:

Net – abreviação de Internet

Flix – que tem a mesma pronúncia de flicks

Flick” é uma gíria que quer dizer filme, ela teve origem no termo “flicker” que foi criado pelos grafiteiros como uma gíria para fotografias. Não é à toa que um dos maiores sites de armazenamento de fotos da internet se chama Flickr.

A ORIGEM DA NETFLIX

1997 não foi um ano importante só para os integrantes da banda Hateen, nesse ano também nascia a nossa amada Netflix, mais precisamente em 29 de agosto. Os pais do site, que mudaria para sempre nossa maneira de ver TV, foram os empresários Reed Hastings e Marc Randolph.

A empresa começou a funcionar oficialmente no dia 14 de abril de 1998, quase um ano depois da sua fundação, na cidade de Scotts Valley, nos Estados Unidos. Inicialmente eram oferecidas vendas e alugueis de filmes. O serviço consistia em pagar 04 dólares por filme, mais um adicional de 02 dólares para as despesas postais.

Ao todo, a Netflix possuía 925  títulos de filmes para locação, um número pequeno em comparação ao que temos atualmente. Dez anos depois do seu lançamento, ela se tornaria o serviço de streaming que é hoje.

A plataforma digital detém grandes produções cinematográficas e investe pesado na comunicação dos seus serviços nos mais diversos canais midiáticos. E, cá entre nós, tem narrativa mais interativa do que as mensagens propagadas na divulgação dos lançamentos da Netflix?!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *